Governador Helder Barbalho presente nos 160 anos de Soure

0

O governador Helder Barbalho, acompanhado de grande comitiva, participou da reinauguração do Mercado Municipal de Soure no último domingo, como parte do aniversário e 160 anos de emancipação da cidade, além de dar largada aos atletas participantes do Campeonato Sourense de Ciclismo.

O mercado de Soure existe desde 1991, e na administração do prefeito Guto Gouvea, passou por grandes reformas. O investimento foi de R$ 60 mil , melhorando a qualidade no atendimento aos consumidores e conforto aos feirantes, além da higiene a na geração de empregos e renda. As paredes internas e externas foram ornamentadas com pínturas de motivos marajoaras além de móbiles de peixes pairando sob o teto. Uma graça que vai impressionar os moradores e também aos turistas que irão às compras. O paisagismo com arranjos de florais também faz parte do novo visual do mercado.

“A administração passada abandonou o mercado e o prefeito Guto, com muito esforço, conseguiu entregar um novo espaço com 41 boxes, para comercialização de carne, peixe, hortifrutis além de vestuários e armarinhos. É de fundamental importância estarmos entregando este mercado à população”, disse o administrador do espaço, Raimundo Craveiro.

Helder foi recebido por um grupo de danças marajoaras e logo entrou na roda e mostrou que sabe dançar carimbó. As autoridades e o povo ficaram de olho na performance do governador que não fez feio. Nos discursos, Helder Barbalho destacou a importância da integração entre governo e prefeituras para projetos de investimentos na piscicultura,, pecuária e turismo, como forma de desenvolver economicamente a região“A pauta da geração de emprego no Marajó é absolutamente fundamental para que esse povo possa viver melhor. Precisamos ter uma política estadual para prestigiar a pescadora e o pescador, a criação em cativeiro, enfim, um olhar especial pela pesca de todas as formas, para gerar comida pro povo e renda para todos”, disse o governador que ainda garantiu resolver a questão dos matadouros em Soure e Salvaterra, com equipamentos de qualidade para preservar a higiene da carne servida à população, “Temos também que fortalecer a logística pra que as pessoas possam chegar rápido aqui, e com qualidade e segurança. Ter uma atenção especial com os terminais hidroviários. A cadeia de turismo é uma das que mais gera emprego e renda no mundo, e estamos aqui para que haja uma política de estratégia nesse sentido”, completou Helder, que foi bastante aplaudido em suas colocações principalmente pela população que formou em torno do imenso bolo colocado no espaço interno do mercado e que foi consumido por todos os presentes O evento contou com a presença do prefeito e o vice-prefeito de Soure, Guto Gouvea e Aldrin Nunes, o ex prefeito Augusto Gouvea, o Tonga, pai do atual prefeito acompanhado de sua esposa, Dra. Carmen além da primeira dama, Clara Lobato, secretária de ação social, e representantes do Associação dos Municípios do Marajó, Alcindo Cavalcanti e Wava Bandeira, diretores das empresas de navegação Henvil, Golfinho e Banav, o cel. da PM Gifoni com sua guarda cuidando da segurança, dentre outros.

Pelo Governo do Estado, a secretária de Cultura do Estado, Úrsula Vidal; o Secretário de Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca, Hugo Suenaga; a secretária de Educação, Leila Freire; e o coordenador do Núcleo de Relações com os Municípios e Entidades de Classe (Casa Civil), Josenir Nascimento. Os deputados estaduais Iran Lima, Wanderlan, Júnior Hage, Dr Daniel e José Scaff; e o deputado federal Cristiano Vale também participaram do evento; além do Presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Ramos de demais vereadores; representantes da Associação do Turismo do Marajó (ATM), com o presidente Nelo Gentile, secretários municipais, vereadores e lideranças da região. A apresentação ficou a cargo de Nando Martins que soube encaminhar o cerimonial de maneira profissional e competente. O prefeito Guto Gouvea agradeceu o apoio do governador e fez quatro pedidos que ele considera da maior importância: ampliação do sistema de abastecimento de água para atender todos os bairros da cidade; mais asfalto para as ruas melhorando a qualidade de vida; a reforma do hospital municipal Menino Deus para atender melhor a população e, eventualmente algum turista que necessite de cuidados, e por fim ele pediu recursos para construir uma grande feira ao lado do mercado a fim de ampliar a comercialização de alimentos e outros produtos, criando novos empregos e gerando renda para o empreendedorismo.

Esse futuro espaço se chamará Marco Antônio Coral, em homenagem ao servidor falecido recentemente que dedicou muito de sua vida à cidade, onde deixa grandes amigos e companheiros de trabalho, e que frequentava as barracas diariamente tomando seu café e conversando com os feirantes e clientes.

Por Pedro Medina
Foto: Agência Pará
Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade